Como funciona a Iniciativa DHARMA – Parte III


Por HowStuffWork

__________________Iniciativa DHARMA__________________

Orientação Escotilha Coment’s
Parte III

Dharma na ilha


A entrada escondida para a Estação 3

Os sobreviventes do vôo 815 da Oceanic sabem muito pouco sobre as atividades da Iniciativa Dharma na ilha. Sabem apenas que devem digitar a seqüência 4, 8, 15, 16, 23, 42 em um computador a cada 108 minutos, teoricamente, para prevenir um possível desastre.

Essa atividade parece ser um experimento psicológico, originalmente observado por uma estação central da Iniciativa Dharma conhecida como “The Pearl” (A Pérola). Entretanto, parece também que deixar de apertar os números pode causar efeitos desastrosos.

A Iniciativa Dharma é secreta em relação a suas atividades, mas um desenho nas portas anti-explosão da Estação 3 (em episódios da segunda temporada) forneceu diversas dicas sobre as instalações. Você pode ver uma versão do mapa com anotações e as inscrições feitas na porta em Cubit.net (em inglês).

Iremos nos referir ao desenho como o mapa e aos artistas que o criaram (moradores antigos da escotilha) como criadores do mapa. Consideraremos que o desenho não é falso e que não se trata de rabiscos estranhos de uma pessoa que ficou louca devido a experimentos psicológicos.

Diferentemente dos sobreviventes do vôo 815 da Oceanic, os criadores do mapa tiveram interesse nas instalações da Iniciativa Dharma e nas atividades na ilha. Eles exploraram a ilha sistematicamente, tendo a certeza de não se distanciar mais do que o limite de 108 minutos permitia. Dessa forma, os criadores do mapa poderiam explorar a ilha sem deixar de apertar o botão. Eles então manipulavam a fiação elétrica da estação para ativar as portas anti-explosão, documentando nelas as suas descobertas.

Os criadores do mapa identificaram quatro estações:

  • Flame (Chama)
  • Swan (Cisne – Estação 3)
  • Arrow (Flecha)
  • Staff (Equipe – Caduceu)

Outras estações, provavelmente subaquáticas, podem também existir, além da estação central conhecida como “The Pearl”. Os sobreviventes do vôo 815 viram um tubarão marcado com a logomarca da Dharma e pelo menos dois ursos polares na ilha, o que torna muito provável o fato de ter existido uma instalação de pesquisa animal em algum momento.


A entrada da estação médica, o Caduceu

Uma intranet, chamada Dharmatel, conecta os complexos, embora as anotações dos criadores do mapa detalhem panes em todo o sistema em diversas datas. As anotações também se referem a Cerberus, cujo nome vem da referência da besta mitológica de três cabeças que guarda a entrada do inferno. Cerberus é provavelmente o “monstro de fumaça negra” da ilha. Seu propósito é vago, embora Danielle Rousseau o tenha chamado de sistema de segurança. Ninguém sabe, no entanto, o que ele protege ou se já existia na ilha antes da chegada dos pesquisadores. Algumas pessoas especulam que os sobreviventes da cauda do avião teriam aumentado o contato com os Outros porque Cerberus não estava presente naquele lado da ilha.

O mapa também especifica o navio negreiro “Black Rock” (Rocha Negra) como o local da morte de Magnus Hanso, provavelmente um parente de Alvar Hanso ou o próprio Alvar sob um codinome. As anotações no mapa sugerem que o incidente que levou à necessidade de apertar o botão na Estação 3 ocorreu em 1985. Esse incidente provavelmente envolveu Alvar Hanso e um ou mais dos DeGroot.

Naturalmente, todas as instalações anotadas no mapa são parte de uma grande fachada, uma tentativa de aplicar a pesquisa aos próprios pesquisadores ao invés de outras pessoas. Há algumas teorias sobre o que está acontecendo e elas serão abordadas nas próximas seções.
Continua…
see you

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s